Eu sempre quis "poetar".... escrever rimando...deixando mais alto falar a voz do meu coração, não a da razão, que desde que me formei é como me expresso na escrita. Advogados necessitam ser racionais, expor suas idéias sempre baseadas em normas e leis. Até que um dia, estimulada por amigos, comecei a rabiscar alguns versos.
Não tenho nenhuma pretensão poético-literária, apenas estou tentando em versos transformar o que sinto, as emoções que vivo e o que diz o meu coração. 

Após começar a "poetar", me encorajei a escrever o que me vai dentro do coração e do pensamento por meio de crônicas.

Assim é que aqui, nesta página, coloco meus "rabiscos", em verso e prosa.

Espero que apreciem e muito bem vindas serão, sempre, todas as críticas e sugestões que me fizerem.

Beijos no coração,
Ana Maria Lopes de Sá

 





 

 



POEMAS

8 Anos Sem Ayrton Senna
Adeus a Mario Lago 
Alma Gêmea
Amor...Ah! O Amor...
Amor, Nunca se Esqueça
Amor Perfeito
Canção do Adeus
Felicidade  
Gostoso
Hei Paixão, Fala Sério !  
Longe
Mansamente   
Minha Mãe
Momentâneo Lamento
No Meio do Caminho
Obrigada, Papai !
O Meu Amor
Quero
Quero II -
Renascer
Rimando
Sonho
União
Você, Meu Amigo-Namorado 


CRÔNICAS

Cheiro de Mel, Cravo e Canela
Flash Back
Orgulho de Ser Brasileira
Paixão? Amor? Amor Paixão?
Recordar é Viver

 

ACRÓSTICOS

Amigo  
Amor
Paixão  
Verdade