Minha mãe amada,
Tanto em teus seios me alimentei
Tanto em teu colo repozei
Tanto em teu ombro já chorei.

Minha mãe querida,
Por tantas coisas nesta vida passastes
Tantas lágrimas por teus filhos derramastes
Entretanto, a duras penas aprendestes
A confiante, serena e segura sempre restares.

Minha mãe admirada, 
Hoje minha grande e fiel amiga 
eternamente companheira
Sempre sincera e conselheira.
Meu porto seguro, 
 Ancoradouro de uma vida inteira.

Sei, mãezinha querida,
Que sempre, a qualquer hora, 
poderei contigo contar,
Sempre, a todo momento, 
o teu abrigo poderei buscar,
Quando por horas de angústia passar.

Por isso, mãe adorada,
Hoje, em especial, e a toda oportunidade, 
pretendo ao mundo declarar,
que por toda a eternidade,
Esta sua filha, Aninha, 
Irá muito te amar.

 

        







 

 

 

 

 

Música Incidental:"Romeo and Juliet" - Dire Straits

 

Esta página, composta por texto e arte gráfica, é protegida pela Lei de Direito Autorais - LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998, e pelos tratados e convenções internacionais.Respeite os direitos da autora, para que seus direitos também sejam respeitados, sempre.