Meu pai sempre disse que "Quem tem filho tem cadilhos". Sabem o que é "cadilho"? Cadilho etimologicamente vem a ser "cada um dos fios dos segmentos extremos (inicial ou final) da urdidura de um tecido, que permanecem soltos nas bordas deste por não serem entrecruzados pelos fios da trama, ou uma  espécie de tigela na qual é recolhido o látex das seringueiras.Houaiss comenta em seu dicionário que  "o sentido original se aplicou à planta porque seu fruto se agarra nas roupas como os cachorros ao caminhante". Realmente, a partir do momento em que se tem a felicidade de experimentar a maternidade (ou paternidade) para sempre existirá este ELO INDISSOLÚVEL entre PAIS E FILHOS.

Eu tive a extrema felicidade concedida por Deus, e a Ele todos os dias agradeço, de gerar um  filho, único, mas uma jóia rara,  que me trouxe, me traz, e certamente  me trará, sempre muitas alegrias e muito orgulho. Meu filho Luiz Fernando, hoje com 32 anos, durante toda a sua vida foi uma pessoa dócil, amorosa, correta , estudiosa, responsável honesta e muito inteligente. Tornou-se, há 6 anos atrás, meu colega de profissão e de trabalho (ele é advogado e temos um escritório em comum) além, claro,  de sempre ter sido  meu amigo, companheiro de todas as horas e um excelente conselheiro (às vezes até mais ponderado que eu - sério mesmo, parecendo ser ele o pai e eu a filha, tão sábios e sérios os seus conceitos e conselhos). 
Hoje, mais uma vez está  enfrentando os bancos de uma faculdade - faz Ciências Contábeis, para poder desfrutar de toda sabedoria e do acervo cultural e intelectual de que é possuidor o meu pai - seu avó - o Prof. A. Lopes de Sá.
Todos os dias oro a Deus para que faça dele um ser humano muito feliz, ele merece.

Música Incidental: "Yesterday" - The Beatles - Desconheço o autor da digitalização desta música, se você souber por favor mande-me um E-mail, para que os créditos devidos lhe sejam atribuídos.