Olho a rosa na janela,
sonho um sonho pequenino
Se eu pudesse ser menino
eu roubava esta rosa
E ofertava todo prosa
à primeira namorada
E nesse pouco ou quase nada
eu dizia o meu amor
O meu amor

Olho o sol findando lento,
sonho um sonho de adulto
Minha voz na voz do vento
indo em busca do teu vulto
E o meu verso em pedaços
só querendo o teu perdão
Eu me perco nos teus passos
e me encontro na canção
Ai, a...mor,
eu vou morrer buscando o teu amor

 

Webmaster & Design Ninh@ Lopes de Sá /Copyright © 2002/2004 / *Aconchego da Ninh@®*.Todos os direitos reservados nos precisos termos da Lei 9.610 de 19.02.1998, Lei dos Direitos do Autor. Editada em: 17.11.2004