Devia ter amado mais, ter chorado mais,
Ter visto o sol nascer.
Devia ter arriscado mais e até errado mais,
Ter feito o que eu queria fazer.
Queria ter aceitado as pessoas como elas são,
Cada um sabe a alegria e a dor que traz no coração.

O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído,
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar.

Devia ter complicado menos, trabalhado menos,
Ter visto o sol se pôr.
Devia ter me importado menos com problemas pequenos,
Ter morrido de amor.
Queria ter aceitado a vida como ela é,
A cada um cabe alegrias e a tristeza que vier.

O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído,
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar.

O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído,
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar.

Devia ter complicado menos, trabalhado menos,
Ter visto o sol se pôr...

Webmaster & Design Ninh@ Lopes de Sá /Copyright © *Ninh@ Website®. É expressamente proibida, por lei, a divulgação desta página em outro site sem a autorização expressa da autora ou dos detentores de copyright do texto, da formatação e dos demais elementos que compõem a página, nos precisos termos da pela Lei 9.610 de 19/02/1998, Lei dos Direitos do Autor.