Quebrei o teu prato, tranquei o meu quarto
Bebi teu licor
Arrumei a sala, já fiz tua mala
Pus no corredor
Eu limpei minha vida,
te tirei do meu corpo
Te tirei das entranhas
Fiz um tipo de aborto
E por fim nosso caso acabou-se, está morto
       
Jogue a cópia da chave por debaixo da porta
Que é pra não ter motivo
De pensar numa volta
Fique junto dos teus
Boa Sorte, Adeus.

Copyright© 2002/2006 Ninh@ Lopes de Sá * Todos os direitos reservados* Edição, arte e formatação por Ana Maria Lopes de Sá - Ninh@, em junho de 2006. Esta página é protegida pela Lei de Direito Autorais - LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998, e pelos tratados e convenções internacionais.