A Paz
Invadiu O Meu Coração
De Repente, Me Encheu De Paz
Como Se O Vento De Um Tufão
Arrancasse Meus Pés Do Chão
Onde Eu Já Não Me Enterro Mais
 
A Paz
Fez O Mar Da Revolução
Invadir Meu Destino; A Paz
Como Aquela Grande Explosão
Uma Bomba Sobre O Japão
Fez Nascer O Japão Na Paz
 
Eu Pensei Em Mim
Eu Pensei Em Ti
Eu Chorei Por Nós
Que Contradição
Só A Guerra Faz
Nosso Amor Em Paz
 
Eu Vim
Vim Parar Na Beira Do Cais
Onde A Estrada Chegou Ao Fim
Onde O Fim Da Tarde É Lilás
Onde O Mar Arrebenta Em Mim
O Lamento De Tantos "ais"

Web design, edição e formatação por Ninh@ Lopes de Sá. É expressamente proibida, por lei, a divulgação desta página em outro site sem a autorização expressa da autora ou dos detentores de copyright do texto, da formatação e dos demais elementos que compõem a página, nos precisos termos da pela Lei 9.610 de 19/02/1998, Lei dos Direitos do Autor.