O coração do poeta
ao contrario de que todos
pensam, não são
feito de lagrimas de dor.
Ele finge, é certo,
porque nem em todo 
papel do mundo 
poderia se escrever
o amor que traz em
seu peito.
Os seus olhos vêem
através de tudo,
através da beleza
do horizonte.
Um amante louco
da natureza!
Descreve o perfume 
da rosa, só de lembrar 
da primavera em pleno frio,
sente a brisa em
seu rosto, só de 
ver o sol,
sente a criação do mundo,
só de pensar em Deus!
Realmente o poeta
é louco!
Pois não consegue ver
através dos seus versos
a grandeza de seu 
coração

7/2/2002

    



Música Incidental: "A Gente Vai Levando" - Chico Buarque de Hollanda - Desconheço o autor da digitalização desta música, se você souber por favor mande-me um E-mail, para que os créditos devidos lhe sejam atribuídos.