Nas encostas da Serra do Curral, fica o Parque das Mangabeiras, um dos maiores parques urbanos do país, com 2,3 milhões de m2, a maior parte coberta por mata nativa. Projetado por Burle Marx, oferece várias opções de lazer. O roteiro inclui ainda as Praças do Papa e da Bandeira, de onde se tem uma vista privilegiada da cidade, e a Rua do Amendoim, folclore turístico de capital. Recentemente, foram incorporados ao roteiro o Crav - Centro de Referência Audiovisual - e o Museu do Telefone.

HISTÓRICO DO PARQUE DAS MANGABEIRAS

A área onde se situa o Parque pertenceu à Fazenda do Capão, no século passado. Posteriormente, sua posse passou à Prefeitura.

Em 1941, foi aqui instalada a Caixa de Areia, primeira estação de tratamento de água da cidade que abastecia o Bairro Serra, cujas edificações pertencem, atualmente, ao Projeto Menino no Parque, situado próximo à Portaria Norte. No início da década de sessenta instalou-se aqui a FERRO BELO HORIZONTE S/A (FERROBEL), empresa mineradora municipal, que explorava minério de ferro no Parque. A FERROBEL ocupava os espaços onde hoje situam-se o estacionamento Sul, Praça de Eventos e Praça das Águas. Podemos observar ainda hoje o britador na Praça de Eventos, construído nesta ocasião.

 

Através do decreto 1466 de 14 de outubro de 1966, foi criado o Parque das Mangabeiras, com finalidade de se preservar a reserva florestal e dotá-la de área de recreação para a cidade.

 

Em 30/12/1974 foi sancionada a Lei 2403, autorizando sua implantação. Em fins de 1979 a FERROBEL foi desativada e começaram os estudos relativos à sua implantação, elaborados pela PLAMBEL (Superintendência de Desenvolvimento da Região Metropolitana). O projeto paisagístico do Parque foi elaborado por Roberto Burle Marx e sua equipe.

No dia 13 de maio de 1982 o Parque foi inaugurado, ficando sob a administração da BELOTUR (Empresa Municipal de Turismo) até 1983, quando a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo passou a definir sua estrutura administrativa. Em 1989 o Parque passou a ser gerenciado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

 

 

Fonte: Site BELOTUR/PBH
           Site da Prefeitura de Belo Horizonte: http://www.pbh.gov.br/mangabeiras/index01.htm

 

Música Incidental: "Luar do Sertão" - Não sei se esta música é de Minas, mas penso que deva ser, já que nas noites de "Seresta ao Luar", que sempre acontecem nas Praças de Belo Horizonte, mensalmente, na época da Lua Cheia, ela é sempre tocada, como também é sempre tocada em serenatas.

Desconheço o autor da digitalização desta música, se você souber por favor mande-me um E-mail, para que os créditos devidos lhe sejam atribuídos.